Prevenção e combate a incêndio

Passando pelo hall de entrada do edifício onde moro, vi um convite aos moradores para uma palestra de prevenção e combate a incêndio. Marquei na agenda e compareci no dia e horário previsto. Para minha surpresa, só dois condôminos como eu estavam presentes, além do síndico e outra pessoa do Conselho – os outros participantes eram os funcionários do condomínio.

Impressionante como os moradores não se interessam pela própria segurança!

Considero importantíssimo trazer este assunto para cá, depois que ouvi de uma colega organizadora profissional que presenciou um princípio de incêndio na casa onde estava trabalhando, quando, do nada, começou a sair fogo da superfície do fogão. E, o mais estranho é que os acendedores estavam desligados...

Bombeiros civis demonstrando algumas práticas 
de prevenção em casos de incêndio, 
aos alunos do Curso Fundamental.
Relato, a seguir, um pouco do que aprendi na palestra, o que me ajudou a entender como o fogo se propaga e que cuidado devo ter numa situação em que o fogo surge sem que se saiba como e por quê... 

Na história da civilização humana, um dos marcos foi o domínio do fogo pelo homem. A partir daí foi possível utilizações favoráveis, como aquecer e cozinhar alimentos. Esse fogo que tanto constrói, também pode destruir, pois ao nos sentirmos ameaçados por ele, a reação natural é fugir como faziam os primitivos. Hoje, a origem do fogo é conhecida e existem métodos e equipamentos para combatê-lo. 

Fogo é uma reação química, na qual materiais combustíveis entram em contato com o oxigênio do ar, produzindo luz e calor - essa reação química é a combustão. Para que haja combustão são necessários três elementos: Combustível, Oxigênio e Calor, chamado de Triângulo do Fogo.  Se retirar um dos lados do triângulo, não haverá fogo. A extinção de um incêndio se faz, portanto, pela eliminação de um desses elementos. 

Os três maiores vilões do incêndio são: a instalação elétrica sem manutenção e mal feita; o gás de botijão ou o gás encanado com mangueiras e registro vencidos; a vela acesa.


Métodos básicos para a extinção de um princípio de fogo. Deixe que o bombeiro apague o incêndio!

Resfriamento - Consiste em retirar o calor do material que está queimando. O agente mais comum para o resfriamento é a água.

Abafamento – Consiste na retirada do oxigênio ou substituição por outro gás inerte. O agente mais comum é o pó químico ou gás carbônico.

Retirada do Combustível – Consiste em retirar o material que está queimando e isolá-lo até o fogo ser extinto, não permitindo a sua expansão a outros materiais. 


Sugestões em casos de incêndio:


Saia imediatamente do local, antes fechando portas e janelas;
Ficando preso em meio à fumaça, use o lenço molhado junto à boca e nariz e caminhe rastejando junto ao chão, pois na parte de cima o ar fica tóxico;
Aprenda a usar os extintores;
Use as escadas, nunca o elevador;
Mantenha as rotas de fuga desobstruídas;
Mantenha as portas corta fogo, que dão acesso às escadarias, sempre fechadas;
Não use cestos de lixo como cinzeiros;
Antes de sair do trabalho, verifique se os equipamentos elétricos foram desligados;
Não cubra fios elétricos com tapetes;
Mantenha os materiais inflamáveis longe da fonte de calor;
Mantenha produtos de limpeza fora do alcance das crianças;
Prudência ao cozinhar, cuidados com ferro de passar, vela acesa sobre móvel de madeira;
Cuidados ao fazer instalações elétricas.


Você cuida de seu lar? Sua casa está organizada, a ponto de deixar você tranquilo sem a preocupação de chegar do trabalho e encontrar tudo queimado? Lembre-se, se precisar de uma consultoria Yorganiza tem boas soluções. 
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 comentários:

  1. Amiga Yolanda

    Muito boa sua postagem sobre como proceder em caso de incendio.Acho que poucas pessoas que nao participam diretamente como os bombeiros, porteiros de predios sabem como apagar um incendio para que nao tomem maiores proporçoes ate a chegada dos bombeiros caso seja um grande

    incendio.Eu mesmo tenho que me policiar pois tenho o habito de deixar o ferro ligado quando saio,o que se torna muito perigoso.De qualquer forma e sempre bom que todas as pessoas aprendam sobre como usar um extintor, primeiros socorros pelo menos o basico para ajudar em caso de emergencia.

    bjs

    Meiri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga Meiri, a palestra de prevenção e combate a incêndio ajuda a entender como acidentes podem ser evitados, se cuidados mínimos são tomados.
      Gostei e recomendo.
      Quando permaneço mais de duas horas fora de casa e à noite, tenho o hábito de tirar da tomada todos os aparelhos (menos a geladeira). Além de economizar energia (o standby fica aceso sem necessidade), os picos de energia não danificam os aparelhos.
      Obrigada pelo prestígio. Beijos

      Excluir

O que você achou da postagem? Dúvidas em organização?
Deixe aqui seu comentário.

Visualizações

Agradecimentos

Ari Hollaender - consultoria em Marketing

Marcadores

Voltar ao topo