Época de festas. Organize-se!

Com o final de ano se aproximando, aproveite a oportunidade para praticar o desapego, eliminando o que você não usou durante os últimos 365 dias, para dar lugar ao novo.

Assim, você atrai a energia positiva e, principalmente, você desocupa espaços para se organizar melhor.

Retire das prateleiras o que está em desuso para deixar o visual mais leve. Das gavetas retire o descartável e mantenha somente o essencial. 


Enfeite com flores os vasos que você não usa faz tempo. Ponha um aromatizador na sala para deixar o ambiente mais perfumado. Abra as janelas para que entre o ar puro das manhãs ensolaradas de dezembro. Faça meditação. Uma prece silenciosa de agradecimento...

Enfim, prepare-se para reavaliar seus projetos futuros; solidificar suas amizades verdadeiras; buscar novos caminhos; ouvir mais música; dançar mais; dar mais risada; sonhar e amar...

Um bom início de ano organizado pra você!

Quando se encanta o cliente


Há poucos dias atendi um pedido de socorro: “O apartamento de minha filha está um caos... Preciso de um orçamento urgente.".

Pelo fato de atender pessoas com problemas de desorganização, logo fiquei atenta às informações que eu conseguiria através de um questionário aplicado nesses casos, quando é um parente que me procura – normalmente a pessoa desorganizada não chama o profissional de organização para ajudá-lo, salvo raras exceções que eu mesma atendi – mas essa é outra história para outra publicação...

Voltando ao questionário, marquei dia e hora e fui. Foi uma pós-mudança e, de fato, nada organizado, muita coisa fora do lugar, objetos mal distribuídos, acumulados e espalhados e nada setorizados. No entanto, não se tratava de um caso perdido... Havia alguma ordem no caos – um padrão de organização dentro de um fenômeno desorganizado.

Orçamento aprovado, lá fomos nós! Trabalhei com uma parceira profissional que me acompanha na Oficina de Suporte aos Problemas de Desorganização e que está habituada com o cuidado que devemos ter com clientes potencialmente desorganizados. 

Sobre o trabalho em si, o desapego não era o problema porque o descarte já havia sido feito antes da mudança. O cliente não manifestou qualquer preocupação com o sistema que começamos a implantar – o que nos favoreceu, porque normalmente o desorganizado tem certas peculiaridades e quer determinados objetos em lugares que nós, profissionais de organização, não recomendaríamos. Não houve interferência, muito menos preferências disso ou daquilo. Foi leve, sem entraves ou indecisões.

Concluído o primeiro espaço, o encantamento da cliente foi algo inédito para mim: ficou tão feliz que exclamou que nem tinha vontade de tirar a roupa das gavetas, para não desmanchar o que tinha sido feito. Começou a fotografar e enviar as fotos para seus contatos... Tivemos na platéia seus amigos que também se encantaram. Só isso bastou para que eu me sentisse gratificada por ter conseguido impressionar uma pessoa que, aos olhos de sua mãe, vivia de forma caótica! 

Completado todo o trabalho, a moça sorria e se encantava com cada sugestão dada e aliviada porque pelo menos naquele final de semana poderia receber amigos num espaço mais confortável, livre da desordem e agradável de ver... Talvez o caos volte a reinar, mas a semente da organização foi plantada, principalmente no filhinho que teve seus brinquedos separados por tipo, em caixas coloridas. A mãe guardou um dos brinquedos, ao que o filho alertou: “Mãe, você está colocando meu carrinho na caixa errada!”.

A satisfação do profissional de organização não é só deixar o espaço organizado e funcional, mas encantar o cliente. Missão cumprida! 

Como você guarda as sacolas plásticas do mercado?

Num dos encontros da Oficina de Suporte aos Problemas de Desorganização, na etapa onde todos colocam “a mão na massa” e praticam como se descarta objetos e aprendem noções básicas de dobras, uma das participantes demonstrou como ela dobra saquinhos plásticos distribuídos pelo supermercado. Foi uma descoberta para mim!

Usando a técnica do origami, ela começou a dobrar uma sacola plástica de tamanho grande e a transformou num triângulo perfeito.  Veja você que nas oficinas também se aprende com os que participam!

A partir desse dia, eu comecei a utilizar essa técnica com todas as sacolas plásticas que eu trago do mercado. Tanto que, quando estou em casa de minha mãe aos sábados, e meu irmão vem da feira livre, ao retirar das embalagens as frutas e verduras, ele logo junta um montinho de sacolas para eu dobrar. Foi assim que passei a “colecionar” sacolinhas...

Tracei uma meta de juntar sacolas plásticas, primeiro porque as utilizo quando levo meu cãozinho passear e, também, para saber o espaço que elas ocupariam no armário da área de serviço.

Analise as imagens abaixo e tente calcular quantas sacolas têm dentro da caixa. Você diria que são 20? 40? 60?  Observe e pense num número! 
Você consegue imaginar essas sacolas guardadas de qualquer jeito dentro da caixa? Será que todas caberiam? Como ficaria o visual? Ficaria prático retirar da caixa, sem derrubar algumas no chão?

Sabe aquela caixa que você acabou de ver? Dentro dela foram guardadas 102 sacolas de plástico. Acredita?!

Aí está o conceito da organização: o método utilizado para acondicionar as sacolas dentro da caixa faz com que o espaço seja bem aproveitado, possibilitando retirar cada sacola dobrada sem que se misture às outras.

Vamos praticar?

Siga a sequência das fotos, e comece hoje mesmo dobrando suas sacolas de mercado! É um bom início para você perceber o quanto a organização ajuda você a economizar espaço e a tornar tudo mais fácil e funcional.

Mas, não exagere juntando sacolas demais. Lembre-se! Guarde somente a quantidade que você vai utilizar num período de uma semana ou de um mês, no máximo. Combinado? 

Seus problemas acabaram

Lendo o jornal, deparei com uma matéria sobre serviço, intitulada “Personal Car” - novidade para os donos de automóveis que não têm tempo ou paciência para fazer todos os serviços que um veículo demanda. Agora, o proprietário de um automóvel pode contratar esse profissional para cuidar de seu carro e ficar tranqüilo quanto à segurança, higiene, documentação e manutenção necessárias!

Os serviços oferecidos vão desde levar o carro à oficina, lavar, fazer a manutenção semanal ou periódica, e até mesmo resolver problemas com os documentos obrigatórios junto ao DETRAN.

Esse, e tantos outros serviços personalizados, têm clientes em potencial principalmente nos grandes centros e tornaram-se essenciais para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Pesquisando na internet, constatei as várias modalidades de serviços personalizados, como seguem: 


Personal Dancer  / Personal Sex Trainer / Personal Dog Walker / Personal iPoder / Personal Trainer / Personal Stylist / Personal Chef / Personal Gourmet / Personal Diet / Personal Financeiro / Personal Car... Dentre tantos outros... 

“Quem procura o trabalho do Personal Chef? Donas de casa que precisam desenvolver novas técnicas para o dia-a-dia ou para dar aquele toque especial em seus pratos; namorados que querem presentear a pessoa amada;  solteiros que querem perder o medo da cozinha;  ou mesmo profissionais e gourmets que desejam manterem-se informados.”

O fragmento de texto acima foi retirado de uma matéria jornalística, publicada há 10 anos, quando o termo “Personal” começou a ser usado para serviços específicos, considerados personalizados. Leia a matéria completa, clicando aqui!

Em meio a todos esse profissionais, está incluído também o Personal Organizer, que é a atividade que eu exerço, oferecendo consultoria e trabalho de organização de ambientes nas residências ou escritórios de pessoas sem tempo para essa tarefa.

Tempo livre é coisa tão rara e valorizada que ninguém quer desperdiçá-lo contemplando pilhas de macarrão instantâneo e latas de molho de tomate. Quem pode conta com a ajuda de um Personal Organizer.

“Quando alguém quer organizar a vida, deve começar pelos armários?”

Está aí o grande desafio do Profissional de Organização: conhecer as necessidades do cliente; entender as causas de sua desorganização ou dificuldade para se organizar; oferecer soluções práticas e funcionais para que o cliente consiga entender o processo da organização, sensibilizando-o a fazer uma mudança de hábito para manter a ordem dos objetos e, com isso, diminuir o nível de estresse que a desordem causa na qualidade de vida das pessoas.

Você encontra rapidamente o que procura em sua casa ou no trabalho? Se a resposta for não, você está tendo problemas com a desordem e precisa de ajuda.  Yorganiza é uma boa solução! 

Deu pane no carro, e agora? Organização ajuda?

Sabe aquele dia que você levanta de bom-humor porque o relógio despertou na hora programada na noite anterior; tomou uma deliciosa xícara de café fresquinho porque este item estava na lista do supermercado semanal e você abasteceu a despensa; leu o jornal com folga porque você programou esse tempo em sua agenda antes de consultar a caixa postal de e-mails e as tarefas da manhã e... De repente no período da tarde acontece uma grande reviravolta em sua rotina?

Pois, então, nesta semana passei por uma experiência dessas...

A manhã transcorreu como o previsto, calmo sem estresse – fiz até um telefonema para uma amiga que há tempos eu não batia papo. 

Depois do almoço, troquei de roupa e saí de carro. Meu plano era estacionar no Shopping e ir de metrô a um dos destinos. Na volta eu pegaria o carro e iria para uma reunião marcada para o final do dia. Até aí tudo indo muito bem.

Assim que desliguei o motor do carro, ouço uma forte explosão e começou a sair fumaça pelo capô – imediatamente saí correndo de dentro do automóvel porque achei que fosse um incêndio... Percebi, então, a água escorrendo pelo chão e uma voz de dentro do carro que passou por mim “É o radiador que estourou!”

Fazer o quê? E a culpa por achar que a revisão não fora feita? Procurei me acalmar e pensar numa solução para o problema. A primeira providência foi telefonar para a pessoa que me aguardava e cancelar a visita (porque o número estava registrado no celular que eu tinha carregado pela manhã). O cartão da oficina que me atende há tempos estava junto com o documento do carro. Liguei, mas não tinha ninguém que pudesse me socorrer naquele momento. 

Lembrei-me, então, que eu tinha guardado o cartão de um caminhão-guincho. Que sorte! Em meia hora o guincho chegou para retirar e levar meu carro na oficina. Aproveitei a carona até um local mais próximo do meu outro compromisso. Pular do caminhão foi uma aventura – que alto!

Fui para a reunião marcada que levaria algumas horas e na saída me informei como voltar de ônibus. Andei uns três quarteirões pra chegar até o ponto mais próximo. Sentei-me pra pegar o dinheiro da carteira e... Adivinhe? Não tinha um centavo! Com o problema do carro, esqueci-me por completo que eu tinha planejado passar na agência bancária dentro do Shopping para sacar dinheiro.

Bem, procurei um caixa eletrônico por perto e tentei abrir a porta, sem sucesso. Fui até a banca de jornal em frente e perguntei se havia algum outro caixa eletrônico por perto, foi quando o rapaz que folheava uma revista me alertou que todos estavam fechados naquele horário, porque passava das 22hs. E, agora? Como resolver isso?

Fui em direção à avenida, para tentar pegar um taxi no ponto. Passei por dois que eu conhecia – em nenhum deles tinha carro disponível. Daí, fui em direção ao posto de gasolina e com a ajuda do frentista aguardei uns 20 minutos até sinalizar para um taxista. Mas, aí a parte mais desconfortável. O motorista não aceitava cartão de crédito, e eu não uso cheque... Expliquei muito sem graça que o carro pifara, eu estava sem dinheiro e já era tarde da noite...

Daí o motorista me perguntou quanto eu achava que custaria o trajeto até minha casa. Eu calculei um valor e ele sugeriu, como única alternativa viável, colocar combustível no carro dele e eu pagaria com meu cartão. Ufa! Que boa idéia!

Ao chegar a minha casa, meu cãozinho estava esperando na porta para o passeio do final de dia... Que alívio!

O relógio sinalizou meia-noite. Aí fui me deitar e descansar depois de um dia cheio de surpresas e situações tragicômicas...  Nunca mais saio de casa sem dinheiro! 

Se você precisa de ajuda para organizar sua agenda, sua casa ou seu escritório, Yorganiza vai até você! 

Abelhas e a organização


"Para vencer na vida, é necessário fazer tudo com entusiasmo." (Paul Nyssens).

O trabalho das abelhas é fascinante, pois elas trabalham sem parar e, ainda, são responsáveis por 70% da polinização. As abelhas, de forma genérica, contribuem para com a vida no planeta, pois polinizam as plantas gerando sementes e frutos; alimentando os animais, peixes e aves, que sustentam a cadeia alimentar.

A abelha é o símbolo da organização e trabalho em equipe

O entusiasmo, a motivação, o otimismo, a qualificação profissional, são as principais ferramentas de um verdadeiro líder, de pessoas que querem vencer. Aprenda com a abelha, use seu exemplo em seu dia-a-dia.

Se precisar de uma Organizadora Profissional, chame Yorganiza

Como você conserva sua maquiagem?

Mas, antes, um pouquinho sobre a história dessa vaidade ancestral!

A sombra era usada pelos egípcios, conhecida como Kohl, que era uma mistura do mineral malaquita com carvão e cinzas, e servia para realçar os olhos;

O rouge (ou blush), segundo Aristófanes, na Grécia Antiga, as mulheres utilizavam matérias-primas, como gordura e tinta vermelha, para produzir o colorido na face.

O batom teve origem na Roma Antiga. As mulheres misturavam ingredientes como papa de cevada, chifre de veado moído, mel e salitre para produzir pastas que eram aplicadas nos lábios, como um batom primitivo, que servia para proteger os lábios do ressecamento.

Ao longo do tempo essas técnicas foram sendo aprimoradas e, hoje, existe uma gama de produtos variados e de boa qualidade, que tem vida útil prolongada. No entanto, esses produtos têm data de validade e os usuários nem sempre se atentam a isto. A maioria das pessoas usa, mesmo com a data vencida.

O uso de produtos contaminados pode causar inflamação e lesões, espalhando bactérias para o resto do rosto.

O armazenamento correto é o que prolonga a vida útil dos produtos e contribui para não prejudicar sua saúde. Na bolsa, a maquiagem sofre a oscilação de temperatura – carregue o mínimo possível; as cerdas dos pincéis precisam ser lavadas de tempos em tempos com xampu neutro; o pincel da máscara para os olhos leva micro-organismos para dentro do tubo e se proliferam – o tempo de duração é curto. 

Evite deixar a maquiagem no banheiro, por causa do calor, vapor e por ser um local pouco arejado – essas condições alteram a composição do cosmético. Conserve os produtos em lugar seco e sem luz.


Roteiro sobre a validade dos produtos

Base: líquida > seis meses; em pó > dois anos
Máscara para os olhos: três meses
Delineador: líquido > três meses; lápis > dois anos
Sombra: cremosa > seis meses; em pó > dois anos
Batom e lápis de boca: dois anos
Esmaltes: dois anos
Perfumes: dois anos
Filtro solar: seis meses
Cremes para o rosto: seis meses
Produtos para o cabelo: um ano


Fonte de Pesquisa: Wikipédia, Fika a Dika, Pinterest


Precisa de ajuda para organizar seus objetos e não tem tempo para isso? Contrate uma Personal Organizer! Yorganiza é uma boa opção.

Bonito não significa organizado








Na internet encontro fotos muito bonitas de espaços organizados e que são um colírio aos olhos! Mas, na prática, esses espaços serão funcionais?








Li um texto no Get it together, em que a autora discorre sobre uma visita a uma nova cliente que tinha aparentemente tudo organizado, mas mesmo assim estava descontente com o sistema de organização implantado na casa.

Ela exemplifica o método de arquivo que ela adotou para manter os papeis em dia, como na imagem ilustrada. Pode não parecer bonito de se ver, mas a autora explica que o uso das cores é um facilitador para localizar rapidamente o documento que ela precisa – a lógica na organização seria arquivar os documentos por assunto. 

Recentemente, eu também fiquei intrigada quando uma cliente em potencial contou-me que tinha contratado, num curto espaço de tempo, outros profissionais para organizar a casa dela.

Percorrendo os cômodos e observando os espaços que ela apontava estar insatisfeita, ficou claro o problema: tudo estava literalmente organizado – muito bonito de se ver, no entanto, nada funcional e prático para o estilo de vida dela e dos familiares, que não tinham tempo para manter o sistema de organização adotado pelas organizadoras profissionais que a atenderam.

Por essa razão é que nem sempre o que o profissional propõe para ser feito (e num ímpeto de ver tudo em ordem e bonito o cliente aceita o que lhe foi sugerido sem pensar na praticidade do dia a dia) será eficaz para a necessidade real da família que estará diariamente lidando com o método adotado.

A ORGANIZAÇÃO precisa ser FUNCIONAL! Um arquivo organizado por cores pode atender uma determinada pessoa, porém para outra é mais lógico o uso de um classificador de A a Z – tudo depende do método que melhor se adapte às características do cliente.

O trabalho de organização profissional deve ser personalizado, para atender as necessidades de todos os moradores de uma residência, respeitando o estilo de vida de cada um deles e, sobretudo porque são indivíduos e cada um tem um critério próprio para se organizar e manter em ordem seus pertences, mesmo que no resultado final apareça uma pitada de desorganização...

Precisa de uma consultoria para se organizar? Yorganiza ajuda você a escolher o melhor sistema de organização para suas necessidades!

Características comuns de pessoas cronicamente desorganizadas



  • Acumulam grandes quantidades de objetos, documentos, papéis ou outras posses além da necessidade ou prazer aparente;
  • Grande dificuldade em se separar das coisas;
  • Têm muitos interesses e vários projetos não finalizados;
  • Precisam de dicas visuais para se lembrar do que fazer;
  • Tendem a se distrair facilmente ou perder a concentração;
  • Pouca habilidade de gerenciamento.

Se você enfrenta ou tem problemas com a desorganização; acha que um membro da família, amigo, vizinho ou colega de trabalho é cronicamente desorganizado, seja paciente! A desorganização não aconteceu da noite para o dia. Vai levar tempo para quem é portador desse distúrbio mudar de hábito e aprender novas habilidades ao lidar com o problema.


Leia o que puder sobre a desorganização crônica para compreender melhor sobre a doença.

Pessoas cronicamente desorganizadas estão entre as mais criativas e inovadoras


Contar com a ajuda de um profissional de organização e profissionais especializados, ajuda no progresso da pessoa que sofre com o problema da desorganização.


Oficina de Suporte aos Problemas de Desorganização foi idealizada pelas organizadoras profissionais Susi Cappucci e Yolanda Hollaender, em parceria com a psicoterapeuta Deborah J. Williamson Passos. Os encontros acontecem no Ateliê Terapêutico Cuidar – um espaço agradável e aconchegante, onde os profissionais estão preparados para ouvir, sensibilizar e orientar os participantes para que melhorem sua qualidade de vida. 

Para mais informações, entre em contato com suporte@desorganizacao.com.br e nos relate seu problema com a desorganização!

Organização até nos Astros...


Você precisa organizar tudo. Abra as gavetas, os armários e os arquivos, se desfaça do peso morto, doe as roupas que sabidamente não utiliza, jogue fora os papéis inúteis. 

Organize! Suas vontades precisam de constante planejamento para ser executadas com mestria e destreza, gaste todo o tempo do mundo no planejamento e na organização, isso aproximará você de tal maneira do momento concreto que quando acontecer será algo natural, como respirar.

Você precisa organizar tudo, mesmo que seja simbolicamente, porque talvez nem saiba o que precisa ser organizado, mas, se limpar suas gavetas e armários sua mente reconhecerá espontaneamente o poder da ordem e, logo mais, reconhecerá com clareza o que é realmente importante e que precisa ser organizado com meticulosidade. 

Passando os olhos no jornal, chamou-me a atenção a palavra Organização na chamada de Quiroga, astrólogo e colunista do jornal Estadão.  Veja você que até na Astrologia a recomendação é para que as pessoas se tornem mais organizadas, mesmo que seja simbolicamente, como se refere o autor do texto.

Se você é de Áries, Touro, Gêmeos ou de outro signo, com ascendente em Leão, Capricórnio, Sagitário ou qualquer outro, a recomendação de Quiroga é universal e todos podem colocá-la em prática. 

O zodíaco ajuda na hora de organizar sua casa!

Gêmeos: O vidro precisa estar presente nos móveis e na decoração. Armários para guardar livros, CDs, discos de vinil e DVDs também são marcantes. Andando pela casa é possível encontrar as cores cinza, amarelo e dourado em várias partes. Meios de comunicação com o telefone e aparelhos de televisão precisam estar à mão e o geminiano adora os corredores da sua casa, ou qualquer lugar de passagem.

Quer agradar alguém deste signo? Presentinhos tecnológicos  como telefone sem fio ou um aparelhinho de som, ou até mesmo um despertador estiloso. Alguma coisinha para colocar junto aos livros nas estantes também é perfeito.

Veja mais no DECORANDO A CASA DE ACORDO COM OS SIGNOS! Vale conferir!

Cada signo tem sua característica, cada vinho também... Qual combina com qual?

http://sonoma.com.br/descubra/os-signos-e-seus-vinhos?utm_source=Sailthru&utm_medium=email&utm_term=Sab_Dom2013&utm_campaign=2013_12_29_Signos%20e%20vinhos&utm_content=Final#.VAjF3sJdWSo


Se os astros estão pedindo, que tal uma consultoria em organização? Yorganiza ajuda você!

Oficina Prática de Suporte aos Problemas de Desorganização


“A acumulação compulsiva é um transtorno mental marcado por uma necessidade obsessiva de se adquirir e manter coisas, mesmo se forem perigosas, inúteis ou anti-higiênicas. Estima-se que mais de três milhões de pessoas sejam acumuladores compulsivos.”

Neste final de semana, vivenciei uma experiência gratificante quando tive a oportunidade de participar do primeiro mutirão de organização na casa de um dos integrantes da Oficina de Suporte aos Problemas de Desorganização (OSPD), em parceira com a organizadora profissional Susi Cappucci e a psicoterapeuta Deborah J. Willamson Passos.

A Oficina foi criada há três meses, logo após a bem-sucedida palestra Compreendendo a Desorganização e buscando Soluções.

Aconteceram alguns encontros quinzenais realizados no Ateliê Terapêutico Cuidar, em que foram feitas dinâmicas, exercícios práticos e debates para tentarmos identificar as possíveis causas do acúmulo e o impacto do caos na vida pessoal desses acumuladores. Chegou o momento de iniciar o processo de descarte do excesso de objetos acumulados na residência dos participantes da Oficina, visando melhorar os espaços desorganizados e que perderam sua funcionalidade.

Nesta fase, os participantes da Oficina já estão mais conscientes da necessidade de se desapegarem do excesso de objetos que atravancam os espaços, conseguem tomar decisões e se desfazer de boa parte da acumulação de coisas que impede o uso correto dos ambientes para o que foram projetados.

É o momento em que aqueles que participam do programa da Oficina estão aptos para entender que a organização traz uma mudança de hábito e melhora a qualidade de vida. O processo é demorado, um trabalho de formiguinha mesmo, e o resultado surpreendente!  

Veja no vídeo abaixo algumas imagens do mutirão de triagem, descarte, otimização do espaço e organização dos materiais na sala destinada à manutenção da casa, que estava desorganizada e com acúmulo de coisas! 



Depoimento de um dos participantes no mutirão da Oficina:

"De fato tivemos um trabalhão no último domingo, mas acreditem, valeu a pena!!!!!!
Saiu um monte de coisas que não servia mesmo, mas além disso pusemos em prática a organização. Susi, com sua paciência, organizou e mostrou como deixar as coisas mais práticas, já Yolanda foi ímpar. Se pôs ao trabalho de separação dos itens servíveis, não servíveis e  para doação de forma incansável, mas sempre me perguntado a cada item o que EU queria fazer com aquilo.
Estou satisfeitíssimo com o resultado! O respeito pelo meu tempo, ambiente e minhas coisas foi realmente surpreendente. 
Deborah está de parabéns por ter me apoiado, incentivado e arregaçado as mangas nesse trabalho. Me considero pessoa de sorte por estas pessoas estarem por perto.
Sei que todos somos ocupados, mas o investimento em nós mesmos deve vir em primeiro lugar. Vida saudável começa internamente, dentro de nós e de nossos lares."

Você conhece alguém ou tem algum parente com problemas de acúmulo de objetos? Yorganiza tem a solução!

Dicas que ajudam o seu dia-a-dia na atividade doméstica


Voltar para casa e encontrar tudo por fazer dá um desânimo danado! Além de causar desentendimento entre pessoas que moram sob o mesmo teto.

Casal discutindo por causa da desorgnização da casa

Uma forma organizada de distribuir as atividades diárias é o gerenciamento do tempo, tão escasso hoje em dia.

Seguem abaixo algumas dicas que eu mesma experimentei e agora quero compartilhar com vocês.
  • Organizando os cintos e prendendo com fitas ajuda a economizar espaço dentro das caixas e não se misturam.
Vários cintos organizados em caixa organizadora
  • Colocando os perfumes numa bandeja, facilita na hora de tirar o pó. Encontrei essa dica na página da ANPOP e adaptei com meus perfumes.
Vários frascos de perfume numa bandeja
  • Limpando a torradeira ainda quente. Adaptei esta dica encontrada no Organize sem Frescuras que utiliza um Perfex – concluí que o pano acaba ficando engordurado e precisa ser descartado. A opção de duas folhas de papel toalha é mais econômica, em minha opinião. 
Imagem de uma torradeira
  • Ao pendurar roupas no varal com critério, facilita na hora de recolher e dobrar, além de não amassar e dispensa o uso do ferro de passar. 
Sequência de roupas úmidas no varal, secas e dobradas
E, então? Gostou das dicas? Experimente e deixe seu comentário aqui no blogue sobre o resultado da aplicação de algumas dessas idéias em sua casa.

Se precisar de uma consultoria em organização, escreva para yorganiza@gmail.com
Yolanda Hollaender
Sócio fundadora da ANPOP e membro do ICD

O que é que eu levo na mala?


Em pleno inverno, arrumar a mala pra viagem pode parecer tarefa das mais difíceis, pois o termômetro varia em até 10 graus do dia para a noite. O céu azul e ensolarado, marcando 25ºC, de repente pode cair para 15ºC ou menos. Brrrr

A vida corrida do dia a dia acaba tirando grande parte de nossa energia e disposição. Na hora de fazer a mala para uma viagem curta, é comum levar mais roupa do que o necessário, sem nenhum critério.

Por essa razão, é preciso um bom planejamento para não congelar de frio ou passar calor.

As roupas de inverno são volumosas e ocupam muito espaço. Aqui seguem algumas dicas inteligentes para aproveitar cada cantinho da mala:

  • Coloque as calças em primeiro lugar, deixando as pernas do lado de fora para depois colocar as outras roupas e envolver com as pernas;
  • Use os canos das botas para acomodar a lingerie, meias, luvas e cachecóis – dessa forma, o couro do calçado não amassa;
  • Roupas térmicas não ocupam espaço e podem ser usadas por debaixo dos agasalhos;
  • Leve agasalho de lã, coringa que deixa um visual elegante e pode ser usado com tecidos mais encorpados;
  • O jeans é prático e combina com qualquer peça;
  • Um casaco de couro ou lã vai bem tanto para ser usado com um calçado social, ou tênis;
  • O cachecol de lã completa o visual, dando um toque de sofisticação;
  • Leve roupa que combine entre si, podendo repetir variando com outras peças;
  • A nécessaire deve ter o básico para sua higiene pessoal, com frascos pequenos e o mínimo de acessórios;
  • Acondicione o que puder em organizadores de TNT, assim fica fácil localizar seus pertences.
Mala pronta e BOA VIAGEM!

Uma boa sugestão para se aquecer com elegância com um lindo cachecol feito no tear:
https://www.facebook.com/MariaHerminiaBrancoTearManual?fref=ts 

Tendo dúvidas, envie um e-mail para yorganiza@gmail.com

Contrate uma Profissional de Organização e veja a diferença!

Bagunça todo mundo tem



Recebo Informativos de sites, normalmente relacionados à minha atividade como Profissional de Organização. Nesta semana a OPPA enviou um link muito bom que, ao abrir a página e passar o mouse nas imagens aparece um cenário decorado com a peça que se está vendo. Achei fantástico, porque dá uma boa idéia de como ficaria aquele móvel num espaço planejado. E fica claro como a organização sempre está presente.

Outro Informativo foi o de Flávia Ferrai do DECORA CASAS, trazendo algumas ideias para facilitar sua vida. São peças super graciosas que compõem um visual moderno e, como ela mesma comenta: são dicas para organizar muito simples e rápidas de implantar, mas que podem fazer uma bela diferença em seu dia a dia. Mais uma vez a organização é mencionada como uma necessidade diária e constante para tornar o espaço doméstico prático e organizado, com utensílios à mão, fácil de usar e fácil de guardar.


São imagens deliciosas de se ver e degustar... E, quem sabe inspirar você a se organizar melhor. Vale conferir!

Precisa de uma consultoria em organização? Chame Yorganiza para deixar a bagunça fora de sua vida! 

Minha vida bagunçada

Josh Freed, premiado cineasta, escritor e jornalista canadense fez um documentário de 60 minutos sobre o caos na vida cotidiana (My Massy Life– 2008). Ele mesmo se intitula um “bagunceiro”. Veja na foto seu “escritório criativo”! Ele segue uma jornada para encontrar bagunceiros de sucesso e examinar a relação entre a criatividade e o caos. 

Bagunceiros ou singularmente organizados?

Esta é a pergunta que inicia o documentário. O jornalista entrevista colegas de bagunça para investigá-los e entender o horror que a desorganização gera na maioria das pessoas. São mencionados vários exemplos de celebridades que tem na “bagunça” seu ponto de equilíbrio e criatividade, como por exemplo: o psicanalista Sigmund Freud, o cientista Albert Einstein, a escritora J. K. Rowling (autora de Harry Potter), dentre tantos outros...

Josh Freed aborda a Teoria do Caos, para exemplificar que a estação do Outono é o caos necessário ao equilíbrio ecológico; a existência de países caóticos (Índia, com sua diversidade) e nações organizadas (Holanda, com sua organização exemplar); os relacionamentos conturbados fazem parte da condição humana e; citações como “Quem cria, faz bagunça” e “O mundo é caótico”...

O que eu, como profissional de organização, concluí com esse documentário? 





A BAGUNÇA ESTRESSA!





Então, para que você também não se estresse, compartilho as dicas de Antoniele Fagundes, Consultora Familiar orientando famílias em questões domésticas e familiares.

(Clique no título para ver o artigo completo no Finanças Femininas)

1. Coloque todos os artigos do mesmo estilo no mesmo lugar.
2. Acostume-se a fazer um descarte periódico 
3. Organize seus armários. 
4. Crie o hábito de abrir todos os dias a sua geladeira e os armários da despensa. 
5. Tenha luvas descartáveis, papel toalha e produtos de limpeza para uso direto no chão.
6. Monte um pequeno kit de limpeza para deixar à mão. 
7. Nunca acumule papeis em sua casa. 
8. Programe-se para ficar, pelo menos um pouco, em sua casa no final de semana. 
9. Não superlote nenhum espaço. 

Precisa de uma consultoria? Contate Yorganiza e se livre da bagunça!

80% dos executivos preferem dedicar seu tempo à vida pessoal

Li, recentemente, numa nota de jornal: “Executivos querem trabalhar menos”. Uma pesquisa mostra que 62% dos executivos homens estão insatisfeitos como distribuem seu tempo. Quanto às mulheres, o índice de insatisfação vai para 69%, pois se sentem sobrecarregadas. 

Esse estudo levantou o tempo em cada atividade diária. O que me chamou a atenção foi constatar que somente em 14% do tempo, esses executivos dedicam-se à família e em 8% do tempo ao lazer. A pesquisa concluiu que quase 80% dos entrevistados, se pudessem, diminuiriam o tempo dedicado ao trabalho e aumentariam o tempo com a família, dentre outras opções, como cuidados com a saúde e atividades físicas. 

Bem, isso me fez pensar quais seriam as razões para que esses executivos insatisfeitos trabalhassem tanto e deixassem de usufruir de sua vida pessoal. Uma das causas pode ser não se sentirem bem em suas casas... Será que gerenciam bem o tempo e os afazeres domésticos? Estariam vivendo no caos?

Numa de minhas visitas técnicas ouvi de um cliente que eu não me importasse com o acúmulo de objetos espalhados em todos os ambientes, pois aquela casa servia apenas como um lugar para dormir... Minha tarefa foi tentar mostrar que o importante era o bem-estar e segurança de todos os quecompartilhavam o mesmo espaço.


Já comentei antes “O lar é o refúgio de seus habitantes.”, portanto, uma casa organizada, com espaços funcionais e cada coisa no seu devido lugar, sem acúmulo de coisas e tarefas por fazer, facilitam, e muito, para que o tempo seja aproveitado de uma maneira melhor, transformando a moradia num lugar aconchegante e agradável.

Isso seria uma mudança de hábito que, certamente, contribuiria para que aqueles executivos da pesquisa conseguissem equilibrar melhor o tempo de trabalho e se dedicassem mais ao que gostariam de fazer.

E, você? Como gerencia seu tempo, sua casa, seu trabalho e sua vida pessoal?

Precisa de uma consultoria? Yorganiza vai até você!

Trabalho e lazer na Casa Cor

No ano passado estive na Casa Cor com o intuito de observar os espaços projetados e, é claro, com a visão de profissional de organização. 

Acabo de visitar a edição deste ano, mais uma vez com a amiga Valéria, que há tempos estávamos marcando para sair. Foi uma ótima oportunidade de reencontrá-la e passar uma tarde agradável, visitando os 79 espaços planejados no Jockey Club de São Paulo.

Os estandes encantam e enchem os olhos. Se você tiver a oportunidade, vá! O clube é charmoso, a área verde exuberante!


Em minha opinião, neste ano os projetos apresentados estão mais próximos do que se pode dizer “dentro de uma realidade possível”, sem luxo demasiado, no entanto, arrojados, práticos e funcionais.  

As cozinhas estão cada vez mais a serviço do morador, com gavetas deslizantes, divisórias que facilitam a organização de todos os utensílios, bancadas espaçosas, que inspiram o gosto pela arte de cozinhar e receber.

Um toque de organização

Sob o olhar da Organização, fui observando cada estande, a disposição dos objetos de decoração, a funcionalidade dos móveis e a praticidade proposta pelo arquiteto. Neste ano, percebi uma maior preocupação em oferecer ambientes aconchegantes e minimalistas. 

Uma lavanderia completa e um aparador com taças de cristal organizados!

Livros que fazem o papel de mesinha de canto ou parte da decoração!

A bancada livre no banheiro dá a idéia de lugar limpo e organizado!

Solucionando o problema de espaço

                          Recorte vira criado-mudo!   Uma cozinha dentro do armário!

O que me chamou a atenção

Réplica de uma sala de estar ao estilo europeu

A arte de receber!

Uma pequena horta caseira num gracioso carrinho!

Um cantinho charmoso para leitura ou trabalho!

Criatividade!

Sofisticação!

Ambiente despojado!

Minimalista!

Charme!

Sonho!

Foi montado um estande apresentando a solução inteligente para um apartamento com 30 e poucos metros quadrados. Precisa ir lá pra conferir!

Como organizadora profissional, essas exposições são importantes para que eu conheça as várias tendências do mercado e, assim, poder atender melhor as necessidades dos clientes quando consultada para um trabalho de organização. 
Precisa de ajuda? Consulte Yorganiza!

Visualizações

Agradecimentos

Ari Hollaender - consultoria em Marketing

Marcadores

Voltar ao topo