Como é para você envelhecer?


Pode parecer distante, próximo ou até mesmo que você já esteja nessa fase da vida. Mas, é fato que todos nós envelheceremos em algum momento. Será que sua casa está preparada para quando a velhice chegar? Alguns cuidados simples são possíveis ao organizar seus espaços.

imagem de uma sala com vários móveis e objetos
Banco de Imagens Pxhere
Para escrever esta postagem, inspirei-me no 1º Encontro Amaridades &Gestar.SE, em que tive a oportunidade de me conectar a novas pessoas e pude sentir como as memórias e as sensações que trazemos da infância e ao longo das diferentes fases da vida podem ser acessadas através das histórias de vida contadas pelos idosos. Foi uma tarde muito agradável.
Envelhecer não significa descuidar de si mesmo ou abandonar seus prazeres; isso é ficar velho. É desmerecer seu corpo e não se valorizar. Envelhecer é ter o prazer de compartilhar grandes momentos e ser capaz de sentir a felicidade ao se olhar no espelho, espalhar suas experiências, ter gratidão por cada fase vivida e ter aprendido com cada uma delas. É vislumbrar o milagre de um novo amanhecer e satisfazer-se com o privilégio de desfrutar do maior presente dado por Deus a você: a Vida’.
Com esse fragmento de LuizaGosuen escritora e conhecida de longa data, quero destacar nesta postagem alguns cuidados essenciais para os idosos independentes e que moram sozinhos. 


imagem de pessoas acima de 60 anos se exercitando
Banco de Imagens Pxhere

Mercado de negócios para a terceira idade foca em idosos independentes


Nas últimas décadas, triplicou o número de idosos que moram sozinhos. Muitos deles querem viver no canto deles, com as coisas que conquistaram, referências e identidade da casa deles’. - é o que a empresária MárciaSena disse em entrevista a um canal de TV - ela trouxe para o Brasil o modelo de serviço americano Aging in Place, traduzido para o português ‘envelhecendo em casa’.


O mercado de negócios para as pessoas acima de 60 anos vem se expandindo rapidamente, dado à expectativa de vida cada vez mais alta. Brasileiros, nessa faixa etária, não querem ficar em casa parados vendo o tempo passar. 


Imagem de um casal de idosos sentados na praça, um lendo e o outro observando a Natureza
Banco de Imagens Pxhere
Por isso, deve-se ter um olhar menos assistencialista e mais voltado ao lazer e atividades de inclusão do idoso, como por exemplo: Aulas de Informática para entender esse universo e se conectar com o mundo digital; Terapia Ocupacional; Atividades Físicas personalizadas; Passeios e viagens voltadas para a Terceira Idade; e até contar com profissionais de organização que se disponibilizam a ir até a casa do idoso autônomo e oferecer serviços como acompanhar nas compras ou consulta médica, montar um cardápio, organizar a rotina dos remédios ou a mala de viagem - dentre tantas outras possibilidades.

Envelhecência



Dirigido por Gabriel Martinez e com argumento de Ruggero Fiandanese, o longa Envelhescência relata a história de seis pessoas que vivem a vida de maneira plena e nos mostram, através de suas próprias experiências, que os costumes e a rotina após os 60 anos podem ser repletos de atividades e bom humor.



Casa mais segura para os idosos


Mesmo que sejam independentes e gozem de boa saúde, os ‘novos idosos’ que preferem morar sozinhos precisam cuidar de suas casas, tornando-as seguras com menos risco de acidentes.

De acordo com o Sistema Único de Saúde (SUS), 75% das lesões que levam os idosos aos hospitais acontecem dentro de casa.

Os móveis e objetos espalhados pelas casas, nem sempre são adequados para o trânsito do idoso; a iluminação deficiente; tapetes soltos; a falta de corrimão nas escadas; ausência de barras auxiliares nos banheiros; o piso molhado – estas são algumas situações que causam acidentes domésticos, na fase do envelhecimento.

Replico aqui as recomendações da arquiteta Maria Aparecida da Cunha, consultora da Telhanorte, algumas dicas de organização e segurança para os cômodos da casa, eliminando, assim, os riscos de acidentes domésticos de idosos.

Banheiro


Grande parte dos acidentes de queda de idosos ocorre neste cômodo da casa. Neste contexto, a arquiteta aconselha: ‘A instalação de corrimãos ou barras de apoio no chuveiro e no vaso sanitário, além da utilização de tapetes e pisos antiderrapantes, são alternativas eficazes para prevenir acidentes neste local.’

Quarto


Neste ambiente, é importante verificar se o colchão está adequado para o peso e altura do idoso. Outro fator importante é a iluminação e o modelo de móvel utilizado no quarto. Dessa forma, Maria orienta que o local deve ser bem iluminado e os móveis devem ser acessíveis, para que o idoso não necessite utilizar escadas ou cadeiras para alcançar objetos, roupas e outros acessórios.

Cozinha


Neste cômodo, a arquiteta ressalta que para evitar riscos de quedas, a dica é utilizar tapetes ou pisos antiderrapantes e armários baixos. Além disso, após o uso do gás, é importante desliga-lo na válvula para que não haja riscos de inalação causada por vazamentos.

Sala


A organização desse espaço é essencial para eliminar os riscos de acidentes com idosos. Portanto, os fios e cabos de televisão e aparelhos de som devem ser organizados em canaletas ou outros acessórios com esta finalidade, para evitar tropeços e quedas. Outra dica importante refere-se ao mobiliário da sala. A esse respeito, Maria argumenta: ‘Nesse caso, quanto menos objetos no caminho mais seguro o ambiente ficará. Proteger os cantos dos móveis com produtos apropriados, a base de silicone, também é uma boa alternativa para evitar que o idoso se machuque. Além disso, a instalação de corrimãos em corredores e escadas, juntamente com a utilização de fitas adesivas coloridas e antiderrapantes nos degraus, é fundamental para deixar a casa segura para os idosos, conclui a arquiteta. 

Com essas dicas, certamente os sessentões, setentões, oitentões poderão envelhecer com segurança!

Conte-nos um pouco como está a segurança em sua casa, os cuidados de prevenção contra acidentes e, ainda, como você está se preparando para a Envelhecência! Precisando de ajuda, Yorganiza é uma boa opção.

Meu abraço,
Yolanda Hollaender
Sócio fundadora da ANPOP e membro do ICD

Fontes de Consulta:
Amaridades & Gestar.SE
Envelhecência.com.br
G1.globo.com
Luiza Gosuen.blogspot.com.br
Telhanorte

Como está sua rotina doméstica?


Organizar documentos pessoais, categorizar mantimentos na despensa e como conservar o micro-ondas. O que essas 3 tarefas têm em comum?

A postagem de hoje é um roteiro enviado para uma emissora de rádio, sugerindo que eu abordasse esses temas e que replico aqui, dando 7 dicas preciosas em cada um dos tópicos. 

Imagem 'to do list'
Banco de Imagens Pxhere


Como organizar os documentos pessoais?



Com tantas tarefas diárias para serem feitas, muitas vezes as pessoas descuidam de sua organização pessoal e o resultado disso é pouca produtividade - tudo passa a ser urgente, há desgaste de energia desnecessária e, claro, perda de tempo buscando documentos perdidos – muitas vezes as contas são esquecidas e o prazo de pagamento vencido, gerando despesa com multas e juros.

Imagem de papeis e documentos
Banco de Imagens Pxhere

  1. Procure ter pastas para organizar papeis. Este procedimento evita uma área desorganizada e demonstra maior zelo e responsabilidade com os documentos.
  2. Crie um arquivo de pastas com etiquetas de identificação para seus documentos pessoais, como por exemplo: contas a pagar e a receber, cópias diversas, documentos de uso constante, exames médicos, manuais de instruções de uso de equipamentos, e coloque num lugar, onde possa organizar tudo o que você usa com frequência.
  3. Mantenha um arquivo para documentos provisórios, no caso de não poder jogar fora de imediato certos papeis, processos ou comprovantes de contas pagas.
  4. Separe num outro arquivo os documentos permanentes, como: escrituras, diplomas, certificados de cursos, carnês de contribuição do INSS etc
  5. Organize sua correspondência pelo menos uma vez por semana. Quando chegar alguma fatura ou carta, coloque dentro de uma gaveta de fácil acesso ou improvise uma caixa no hall de entrada. Assim, quem receber a correspondência pode deixar nessa caixa de entrada até o momento de examinar esses papeis.
  6. Ao examinar a correspondência, conserve o que realmente interessa – folhetos e propagandas diversas só ocupam espaços – caso alguma informação interesse, anote num bloco ou salve o link do site em sua agenda eletrônica.
  7. O mais importante para manter a organização de seus documentos pessoais é guardar o documento no mesmo lugar de onde tirou, tão logo se faça uso do mesmo. Assim, evita o desgaste de procurar por algo e não localizar.


Como devemos categorizar os mantimentos na despensa?


Uma recomendação importante é não fazer um grande estoque de mantimentos, pois corre-se o risco de alguns produtos ficarem esquecidos no fundo do armário com a data de validade vencida e, também porque os espaços nas residências são cada vez menores.

Imagem de mantimentos secos organizados por categoria.
Banco de Imagens PxHere
  1. Ao guardar os alimentos na despensa, separe-os por categoria. Por exemplo: Cereais e alimentos para o café da manhã; Biscoitos e similares; Mantimentos secos: massas, arroz, feijão; Tempero e condimentos; Latas de óleo, azeite, vinagre
  2. No caso de enlatados, não fica prático enfileirar as latas uma atrás da outra, por causa da profundidade da prateleira, pois acaba não dando pra ver o que fica no fundo do armário. Existem no mercado produtos organizadores, no formato de prateleiras em níveis, que parecem uma pequena escada, que permite uma visão completa do estoque de conservas.
  3. Quanto às embalagens abertas, coloque o restante do alimento dentro de potes de vidro ou plástico transparente, assim você pode visualizar o conteúdo sem precisar abrir esses potes.
  4. Manter as prateleiras organizadas, com os produtos categorizados e os rótulos voltados para frente, ajuda a visualizar aquilo que se tem estocado e fica fácil identificar o que, de fato, está faltando para repor.
  5. Outra recomendação importante é deixar os mantimentos com datas de vencimento mais recentes na parte da frente, para que sejam usados primeiro. Coloque para trás os mantimentos que usa menos, deixando à vista os que são usados com mais frequência.
  6. Um bom recurso é criar uma lista de alimentos, impressa numa folha de papel, ou até mesmo salvar essa lista no celular.
  7. Aqui vai uma grande dica: Ao retirar da despensa um produto, dê baixa no estoque e marque o que precisa ser comprado na próxima vez que voltar ao mercado. Com isso, você ganha tempo e economiza, pois não ficará pensando o que precisa levar pra casa, quando já estiver fazendo suas compras.



Como limpar de maneira correta o micro-ondas?


O micro-ondas é um coringa na cozinha! Para prolongar a vida útil desse eletrodoméstico, faça uma limpeza periódica, mas, antes, desconecte da tomada para evitar acidentes. 
Imagem de um microondas
Google Images
  1. Use uma solução de bicarbonato de sódio e água, para manter o interior do micro-ondas livre de odores. Você também pode encher de água 1/3 de uma xícara (de material de vidro ou cerâmica própria para micro-ondas) e acrescentar 02 colheres de sopa de vinagre ou 02 fatias de limão. Aqueça por 3 minutos na potência alta. Assim que o vapor diminuir, limpe com um pano macio, até secar.
  2. Outra recomendação é que, ao aquecer pratos ou líquidos, use uma tampa apropriada para não respingar nas paredes do forno. 
  3. Caso algum líquido derrame, procure limpar imediatamente. 
  4. Remova os respingos usando um pano com espuma de sabão e, depois, um pano úmido. Não use produtos de limpeza abrasivos ou palhas de aço nas paredes do forno.
  5. Lave o prato giratório removível e o suporte em água quente e detergente neutro, mas lembre-se de deixar esfriar o prato antes de fazer a limpeza.
  6. Limpe o exterior do micro-ondas, o visor, o painel de controle e o cabo de energia usando somente um pano úmido, e depois seque. É também importante manter limpa a área onde a porta fecha contra o Forno.
  7. Cuidado com produtos abrasivos, excesso de água e sabão e certos tipos de toalha de papel, porque podem danificar o aparelho.


Essas tarefas fazem parte da rotina doméstica e do processo de organização - tudo está relacionado: ordem, limpeza, manutenção, categorização, praticidade e um sistema funcional que ajuda você no dia-a-dia, evitando perder tempo na hora de procurar algo ou se deparar com o micro-ondas sujo, sem condições de uso. Casa limpa e organizada é o segredo de bem-viver.

Poupe-se do estresse e mãos à obra! Reserve alguns minutos para organizar seus documentos, sua despensa e prolongar a vida útil de seu forno de micro-ondas. Depois, conte-nos como foi a experiência no cuidado de seu lar!

Meu abraço,

Yolanda Hollaender
Sócio-fundadora da ANPOP e membro do ICD

Visualizações

Agradecimentos

Ari Hollaender - consultoria em Marketing

Marcadores

Voltar ao topo